E hoje, nosso artigo é sobre inovação. Muito visado pelas empresas, com certeza você deve ouvir esse termo frequentemente. Mas o que poucas pessoas sabem é o real significado dessa palavra.

Você sabe o que significa? Conhece os tipos de inovação existentes no mercado de trabalho? Não? A gente vai te ajudar!

Nesse artigo, iremos abordar tudo sobre inovação: seu real significado, importância, tipos implementados pelas empresas, exemplos e até técnicas que você pode utilizar para ser mais criativo, e de alguma maneira inovar.

Inovação
O que é inovação?

O significado de inovação

A palavra “inovação” tem origem do latim ““innovatio”, que significa “renovação”. Nada mais é do que fazer algo de uma maneira diferente, ou seja, ela nem sempre está relacionada com a criação de algo novo.

Cuidado, inovação não é invenção! A primeira palavra está associada a um produto ou serviço que pode ser comercializado, por ter um mercado potencial. Já a invenção é só o início do processo de inovação, no qual se cria algo.

Por exemplo, pense no surgimento da televisão. Ela não deixa de ser uma invenção, mas a partir do momento que empresas a comercializaram e por consequência disso, a sociedade se beneficiou, ela virou uma inovação.

Lembre-se: A inovação, na maioria dos casos, surge da necessidade de solucionar um problema. A falta é uma das propulsoras da transformação!

“A necessidade é a mãe da inovação” – Platão

Importância da inovação nas organizações

Com o mercado se tornando cada vez mais competitivo, as empresas buscam inovar constantemente, seja realizando pequenas mudanças ou até mesmo grandes modificações.

A importância da inovação nas organizações

A empresa que não inova, não evolui! Ela está fadada ao fracasso, já que muito provavelmente ela não vai conseguir se manter à frente da concorrência. Você já ouviu falar da Kodak? A pioneira da fotografia que congelou no tempo e foi a falência.

Portanto, no mercado de trabalho a estagnação não é uma opção, as organizações sempre buscarão novas formas de gerar valor para as pessoas. Sendo assim, o profissional que compreende muito bem sobre a inovação acaba se destacando no mercado.

Tipos de inovação

Conheça os tipos existentes de inovação, tanto referente ao grau quanto ao objeto, já que dentro de uma empresa ela pode acontecer em diferentes contextos.

Grau de Inovação:

  • Incremental: São inovações que não geram tanto impacto, pois ocorre apenas pequenas melhorias e transformações em produtos, serviços e processos existentes. Por isso, são mais baratas e menos arriscadas de se colocar em prática.
  • Radical: Exige um investimento mais significativo e arriscado. A ideia é atingir na base, ou seja, romper modelos anteriores. Muito se fala também em introduzir novos produtos ou até mesmo buscar novos mercados.
  • Disruptiva: Conhecidas como revolucionárias, elas são mais difíceis de acontecer, pois provocam um impacto muito grande no comportamento do consumidor, podendo ser até uma ameaça para solução anterior. Para você entender melhor, lembra de quando surgiu o armazenamento na nuvem!? Então, antes de criarem ninguém imaginava que isso seria possível.

Objetos:

Nas empresas existem diversas áreas que podem sofrer algum tipo de transformação, seja criando algo novo ou promovendo melhorias.

Abaixo apresentamos cinco principais inovações encontradas dentro de uma organização:

  • Inovação de produto: Focado no consumidor, envolve a criação de um novo produto ou o aprimoramento de algum já existente. Ex: Aparelhos eletrônicos, em geral.
  • Inovação de serviços: Também focado no consumidor, ou seja, há uma preocupação em gerar benefícios para o cliente, satisfazendo-o. A empresa adiciona ao seu portfólio um novo serviço ou melhora algum que ela já oferece. Ex: Aluguel de automóveis.
  • Inovação de processos: Relacionada a otimização dos processos produtivos, ou seja, o foco é a diminuição de custos, redução de desperdícios ou aumento de produção. Um exemplo clássico da inovação de processos é a linha de montagem de Henry Ford.
  • Inovação organizacional (de gestão): Consiste em melhorias nas estruturas organizacionais. A empresa busca mudanças em seu funcionamento interno e externo, visando resultados como: tomadas de decisão mais consistentes, flexibilidade operacional e etc. Ex: Melhorias no recrutamento de candidatos, como por exemplo: escaneamento automático de currículos.
  • Inovação de modelo de negócios: Por último, não menos importante, este está relacionado com a forma que a empresa funciona. Podemos definir modelo de negócio como “a maneira como uma empresa cria, entrega e captura valor”. Neste caso, pense nas startups pois a maioria delas inovaram. Ex: Uber

Está esperando o que para inovar?

Bem, deixamos uma “parte boa” para o final, especialmente para você que chegou até aqui. Agora que você sabe sobre a importância da inovação para as organizações, não vai confundi-la com invenção e pode explicar para seu gestor ou amigo os diferentes tipos existentes, que tal receber algumas dicas e técnicas para você aguçar a inovação em sua carreira profissional!?

Técnicas para inovar

Para incentivar a criação de novas ideias, utiliza-se bastante as técnicas de Brainstorming e Design Thinking. Hoje, muito se fala também sobre desenvolver a inteligência criativa, capacidade de recombinar seus conhecimentos em diferentes maneiras e chegar em soluções fora do padrão para problemas reais.

Já viu que inovação é fundamental, né!? Não deixe de estar antenado e preparado para as mudanças do mercado. Quem não inova, não evolui! Leia também nosso artigo sobre “5 dicas de como se destacar no trabalho”.

Quer mais? Faça nosso curso “Product & Business Strategy” e aprenda a montar as melhores estratégias de produto e negócios do mercado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *